Abertura de empresa no exterior para obter visto estrangeiro é possível?

ABERTURA DE EMPRESA NO EXTERIOR PRA OBTER VISTO ESTRANGEIRO GREENCARD

Se você está pensando em sair do país, possivelmente já ouviu falar sobre a abertura de empresa no exterior para obtenção de visto estrangeiro.

Com as instabilidades que vivemos no Brasil, crise econômica e política, é o sonho de muitos brasileiros ir morar no exterior.

No entanto, essa tarefa não é tão simples assim. Afinal, para permanecer em um país, você precisa ter a autorização para isso, que é o que chamamos de visto.

Tempo estimado de leitura: 10 minutos

Existem algumas formas que facilitam a obtenção desse visto, uma delas é através de abertura de uma empresa no país para onde você quer ir.

Por isso, o artigo de hoje vai te explicar como a abertura de empresa no exterior pode te ajudar a conseguir o visto para residência.

Você também vai ver as diferenças do processo para cada país.

Por fim, nesse artigo iremos focar no processo de imigração para os Estados Unidos, já que é um dos destinos mais procurados pelos brasileiros.

Então, se você quer saber mais sobre isso, leia o artigo até o final!

O que você vai ver nesse artigo:
  • Quais são os tipos de vistos existentes para os Estados Unidos;
  • Como você pode obter o visto de imigrante para residir nos Estados Unidos;
  • O que é o greencard;
  • Como abrir uma empresa no exterior pode ajudar você a conseguir esse visto;
  • Quais empresas você pode abrir nos Estados Unidos;
  • Qual o principal cuidado que você precisa ter para abrir uma empresa no exterior;
Veja também: Como abrir uma empresa – Passo a passo com 10 etapas para abrir a sua

Quais são os tipos de vistos existentes para os Estados Unidos

O processo de entrada no território americano é um dos mais burocráticos do mundo. São diversos tipos de visto, formulários para serem preenchidos e entrevistas. Enfim, um emaranhado de burocracias.

Para facilitar a nossa explicação sobre isso, vamos dividir esses vistos nas duas principais categorias: visto de não imigrantes e visto de imigrantes.

Visto para não imigrantes

Para pessoas que não querem residir nos estados unidos de forma definitiva, ou seja, não imigrantes, as formas de obter visto são as seguintes:

1 – Visto para realização de turismo, férias ou lazer (visto B2);

2 – Visto de negócios (visto B1);

3 – Visto para emprego temporário (visto H-1);

4 – Visto para diplomatas (visto A-1)

5 – Visto para empregado doméstico ou babá (visto B-1)

6 – Visto de estudos ou intercâmbio (vistos F-1; M-1; J-1)

7 – Au Pair (visto J-1)

Visto para imigrantes

Agora quando a intenção é realmente residir nos Estados Unidos, o visto precisa ser destinado para imigrantes. Para esse tipo de entrada, existem os seguintes vistos:

1 – Visto para imigrante que possua laço familiar com cidadão americano ou com residente legal nos Estados Unidos;

2 – Visto para noivo (a) e cônjuge de cidadão americano;

3 – Visto de trabalho;

4 – Visto com base em loteria de vistos;

5 – Visto para imigrantes viúvos, investidores e exilados.

No entanto, não se engane. Não é tão simples assim a entrada permanente em território norte-americano, existem alguns passos a serem seguidos. Vamos te explicar agora!

Como você pode obter o visto de imigrante para os Estados Unidos

Antes de mais nada, é importante que você saiba de uma coisa:

Aquele que consegue o visto de imigrante para os Estados Unidos, torna-se residente permanente do país, podendo usufruir de todos os benefícios que isso traz.

No entanto, a Imigração Americana exige alguns requisitos para que você possa conseguir o visto de imigrante. Confira algumas dessas condições abaixo.

embaixada dos estados unidos como obter visto americano greencard empresa no exterior

Visto de imigrante por laços familiares

Uma das formas de conseguir um visto de imigrante é se você tiver algum membro da família que seja cidadão americano. Isso serve desde que o familiar seja cônjuge, filho solteiro menor de 21 anos ou os pais.

Visto de imigrante de preferência familiar

Mesmo que você não tenha um familiar com os vínculos acima indicados, você também pode requerer o visto americano de imigrante.

Membros não imediatos da família podem requerer o visto, desde que sejam filhos solteiros com mais de 21 anos, casados de qualquer idade, ou irmãos de um cidadão americano.

Visto de trabalho

Brasileiros também podem se tornar residentes imigrantes dos Estados Unidos, se tiverem um vínculo de emprego com alguma empresa do país.

Vistos de imigrantes baseados em emprego estão disponíveis para trabalhadores qualificados, trabalhadores não qualificados, investidores, e outros trabalhadores especializados.

Visto para viúvos, investidores e exilados

Dentro desse tipo de visto, vamos destacar a questão dos investidores, já que estamos falando sobre a abertura de empresas no exterior para obtenção desse visto!

De acordo com o próprio site da Embaixada Americana, o visto para investidor se destina a pessoas que criam vagas de emprego para, pelo menos, 10 pessoas com as quais não têm qualquer relacionamento, investindo capital em uma nova empresa comercial nos Estados Unidos.

A quantia mínima requerida é entre US$ 500,000.00 (quinhentos mil dólares) podendo chegar até US$ 1,000,000.00 (um milhão de dólares), dependendo da taxa de emprego na área geográfica onde pretende atuar.

Portanto, o próprio governo americano informa a opção de investimento como uma forma de obter a imigração permanente.

O que é o greencard?

Quando falamos em imigração para os Estados Unidos, é muito comum que a palavra Green Card venha à cabeça.

Mas afinal, o que é isso?

O Green Card é na verdade o nome popular do visto de imigrante.

Ou seja, com um Green Card, além do direito de residir no país, você também pode trabalhar e ser atendido por serviços públicos e financeiros dos Estados Unidos.

No entanto, importante lembrar: O Green Card não garante essa estabilidade em solo americano pra sempre, o prazo normalmente é de 10 anos, podendo ser estendido.

Acontece que muitas pessoas desejam o Green Card porque ele é o ponta pé inicial para o pedido de cidadania americana.

Para obter o Green Card você deve se encaixar em alguma das situações que colocamos ali em cima, lembrando que esse processo deve ser feito diretamente nos Estados Unidos!

Como uma empresa pode te ajudar a obter um Green Card

Como você viu antes, investir nos Estados Unidos é uma forma de garantir a imigração permanente.

A economia dos Estados Unidos é a mais potente do mundo, e por isso é que eles incentivam a imigração através do investimento no país.

Para fazer esse investimento nos Estados Unidos, você pode abrir uma empresa em solo norte-americano.

E como faz para abrir uma empresa nos Estados Unidos?

A própria legislação americana prevê alguns tipos de negócios que os estrangeiros podem abrir e investir nos Estados Unidos para conseguir o Green Card, que você verá abaixo.

Essa empresa é constituída de forma individual, então o capital é de inteira responsabilidade dos sócios, bem como as obrigações contábeis que essa empresa terá. 

Então, se você quiser, poderá abrir uma empresa sozinho nos Estados Unidos.

Além disso, existem alguns formatos de sociedade que você pode iniciar:

GENERAL PARTNERSHIPS – PARCERIA GERAIS

Nesse modelo de empresa, dois ou mais sócios dividem as responsabilidades do negócio que criaram. Além disso, a participação do sócio influencia na divisão dos lucros, prejuízos e questões tributárias.

COMO ABRIR EMPRESA NO EXTERIOR ESTADOS UNIDOS
LIMITED PARTNERSHIPS – PARCERIAS LIMITADAS

Essa empresa é constituída também por mais de um sócio. No entanto, nessa modalidade, os deveres dos sócios podem ser limitados ou ilimitados dependendo da sua formulação.

A tributação desse modelo vai considerar o patrimônio dos sócios.

CORPORATIONS – CORPORAÇÃO

A corporação não tem um número limite para sócios ou donos de ações.

Nesse caso, as responsabilidades são divididas entre todos os acionistas de acordo com a quota social de cada um.

 A empresa é responsável pelo pagamento dos tributos referentes ao lucro, já a tributação dos dividendos é paga pelos acionistas.

LIMITED LIABILITY COMPANIES – EMPRESAS DE RESPONSABILIDADE LIMITADA

Como o próprio nome já diz, nessa empresa as responsabilidades dos sócios são limitadas pela quantidade e valor das suas ações. Segue o mesmo modelo de tributação que as corporações.

Essa é uma forma de empresa mais parecida com as sociedades limitadas que temos no Brasil.

LIMITED LIABILITY PARTNERSHIPS – PARCERIAS DE RESPONSABILIDADE LIMITADA

Nesse formato a empresa possui dois ou mais sócios que são responsáveis pela administração do negócio, seguindo o que foi acordado no contrato social.

As responsabilidades e tributações são proporcionais à participação de cada sócio na empresa.

Como você pode ver, os formatos de empresas, ou os tipos societários, são um pouco diferentes nos Estados Unidos, assim como também as questões legais e tributárias.

De qualquer forma, você conseguiu entender que a abertura de empresa no exterior é uma das formas de você obter o visto de imigrante permanente, o Green Card.

Procedimentos em outros países

O artigo de hoje buscou explicar de forma detalhada para você como é o processo de imigração para os Estados Unidos, porque é o destino mais procurado por aqui.

No entanto, todos os outros países também possuem vistos para residência permanente. E a maioria deles aceita também a abertura de empresas ou a aplicação de investimentos como uma forma de consegui-los.

Por isso, se você tem a intenção de morar em outro país, saiba que essa opção também é possível, mas o ideal é que você procure nos sites oficiais das embaixadas qual o passo-a-passo de cada país.

Cuidados para a abertura de empresa no exterior

Assim como você deve ter cuidados ao abrir uma empresa dentro do Brasil, você também precisa ter para empresas no estrangeiro.

Na verdade, o ideal é que o cuidado seja redobrado, afinal, o processo é totalmente diferente do que estamos acostumados.

Por isso, se a sua intenção é tentar um Green Card, ou um visto de imigrante para qualquer outro país, contrate uma assessoria especializada, principalmente que tenha conhecimento na legislação do país que você quer residir.

Com certeza esse é um procedimento que você não conseguirá fazer sozinho, ou se fizer, corre grandes chances de perder muito tempo e dinheiro.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato e fale conosco!

Artigo elaborado por Raul Bergesch Advogados – OAB/RS 7.723 | Advogados especialistas em direito empresarial e societário.

Fale com nossos Advogados!

Preencha o formulário abaixo e entre em contato conosco:

Fale Conosco.

Tem alguma dúvida? Preencha o formulário abaixo e entre em contato conosco!

51 3039 3500

contato@ber.adv.br