INFOPRODUTOR: 12 coisas que você precisa saber para ser um

Entenda o que você deve fazer para se tornar um Infoprodutor

Desde o início da pandemia em 2020,quando as restrições de circulação foram impostas, um novo mercado começou a crescer e não parou mais, que é o de produtos digitais. Com isso, surgiram novas profissões, como a do infoprodutor. 

Atualmente, os infoprodutores chamam muito a atenção no mercado porque conseguem ter um resultado muito alto em pouco tempo, em especial porque os produtos são escaláveis.

Dessa forma, por sermos um escritório especializado no mercado digital e que atende diversos players do mercado, elaboramos esse conteúdo especial com tudo que você precisa saber para se tornar um infoprodutor.

Então, se você tem esse sonho e quer começar na profissão da maneira certa, esse conteúdo é perfeito para você.

Acompanhe a seguir todos os detalhes sobre as 12 coisas que você precisa saber para se tornar um infoprodutor.

1 – Você será um empreendedor

Em primeiro lugar, o que você precisa entender é que quando você se torna um infoprodutor, consequentemente você é um empreendedor.

Trabalhar com infoprodutos é trabalhar com vendas, que normalmente são produtos desenvolvidos por você.

Ou seja, você terá que ter uma mentalidade empreendedora para poder ter sucesso na área.

O infoprodutor que atinge ótimos resultados é aquele que entende que o seu infoproduto é o seu negócio e se dedica para isso.

Portanto, você terá que estudar muito sobre vendas, marketing, formas de atrair clientes, gestão de um negócio e de pessoas.

Enfim, são diferentes áreas que você terá que acompanhar para administrar a sua empresa, o que nos leva ao segundo ponto.

2 – Você precisa ter uma empresa

Como um escritório que atende muitos players da área, uma das principais recomendações que podemos dar a você é de abrir uma empresa para gerenciar o seu infoproduto.

Caso você não saiba, um infoproduto é como um produto normal, mas vendido de forma digital.

Nesse sentido, você precisará emitir nota, pagar impostos, etc.

Portanto, o mais recomendável é que você tenha um CNPJ para isso.

Além da organização, ter um CNPJ já traz uma reputação e apresentação melhor para o produtor, porque dá a ideia de formalidade, que tem muito peso no mercado digital. 

3 – Parcerias estratégicas 

O universo dos infoprodutos envolve muitas parcerias.

Então, não necessariamente você vai precisar ter um sócio nesse negócio, mas parcerias estratégias com certeza.

Um infoproduto é composto de:

  • Produto digital;
  • Site;
  • Copy;
  • Página de vendas;
  • Atendimento ao cliente;
  • Elaboração de conteúdo;
  • Tráfego pago.

Enfim, diversas microáreas para que tudo funcione.

Contudo, nem sempre é fácil administrar ou começar um negócio já com tudo isso.

Assim, uma alternativa pode ser as parcerias estratégicas, para que você conte com a ajuda de outros profissionais, em troca de algum percentual do resultado, por exemplo.

Para quem está começando isso também é muito importante para gerar networking.

Portanto, invista em boas parcerias. 

4 – Encontrar um nicho de mercado

Certamente, o diferencial de um infoproduto que dá certo ou não é escolher um bom nicho de mercado. 

Atualmente, existem diversas áreas para infoproduto, mas algumas já até parecem saturadas, não é mesmo?

O que acontece é que, às vezes, o infoprodutos não sabe mudar a roupagem da sua abordagem em um nicho.

Ou seja, você pode sim escolher um nicho que já seja mais popular, mas vai precisar ter mais originalidade no que oferece.

Uma forma interessante também de encontrar um nicho diferente é vendo tendências internacionais de outros públicos, que às vezes demoram para chegar ao Brasil.

Essa é uma grande oportunidade para aproveitar, ainda mais no começo nessa área.

5 – Respeitar a propriedade intelectual

São inúmeros os casos de violação de propriedade intelectual no marketing digital, em especial o plágio e a contratação.

Inclusive, até já temos um conteúdo sobre isso aqui no blog, que você pode conferir.

Enfim, a propriedade intelectual é uma área que precisa ser respeitada, pois tem consequências até mesmo criminais.

Nesse sentido, sempre busque pesquisar no mercado se a ideia que você teve já não está sendo usada por outra pessoa.

Caso isso não aconteça, você deve então registrar o seu produto para evitar que tenha seus direitos autorais violados.

6 – Fazer o registro da sua marca 

Entenda o que você deve fazer para se tornar um Infoprodutor

Ainda falando sobre propriedade intelectual, há outro ponto importante que você deve fazer ao se tornar um infoprodutor, que é registrar a sua marca. 

O registro de marca é o que garante que você pode explorar de forma comercial o produto que criou.

Diversas vezes já atendemos clientes que investiram muito dinheiro para lançarem seus produtos, mas depois receberam notificações de que a marca já estava em uso.

Então, coloque isso como uma prioridade para quando você se tornar infoprodutor, pois mudar a marca depois do produto lançado é bem desgastante.

7 – Analisar as plataformas de hospedagem

Em sétimo lugar, trouxemos também um cuidado que você precisa ter que é sobre a escolha da plataforma de hospedagem.

Atualmente, existem inúmeras plataformas no mercado, o que varia de uma para a outra é o valor retido pela hospedagem e também a qualidade da plataforma.

De nada adianta você ter um ótimo produto, mas em uma plataforma ruim, isso pode acabar com o que você criou.

Da mesma forma também é inviável que você tenha que pagar um alto valor a plataforma.

Portanto, o ideal é analisar cada uma e encontrar a que tenha o melhor custo-benefício.

8 – Investir na sua comunicação

Todo infoprodutor precisa investir na sua comunicação, mesmo que o infoproduto desenvolvido não o exponha.

Isso porque as pessoas gostam de saber quem é o criador daquele produto. 

Então, para passar segurança ao seu público sobre a sua criação, você precisa ter uma boa comunicação.

É ela que vai fazer aumentar a sua autoridade no mercado e consequentemente os seus resultados.

No marketing digital, com tantos players, para se destacar você precisa investir nisso.

9 – Formalizar as suas contratações

Em novo lugar, e falando mais sobre a parte burocrática, recomendamos que você tenha muita atenção nas suas contratações.

Já atendemos muitos clientes com problemas trabalhistas por não terem formalizado os profissionais que contratam.

Se você tiver funcionários, por exemplo, faça o devido registro.

Se você contratar freelancers, tenha os contratos de prestação de serviços assinados.

Todo o cuidado é pouco nessa área. 

10 – Ter cuidado com a área tributária

Outro cuidado burocrático é com a área tributária.

De acordo com o que falamos anteriormente, a venda de infoprodutos exige emissão de nota fiscal, pagamento de impostos, etc.

Portanto, tenha sempre muita atenção se você está cumprindo com as obrigações tributárias da forma correta.

O ideal é que você tenha ao seu lado um contador especializado na área também, que poderá dar toda a orientação necessária e segurança na área fiscal.

11 – Criar um time comercial

Mais uma recomendação que entendemos ser super válidas para infoprodutores é a criação de um time comercial.

Ter um setor específico para cuidar das vendas e experiência do cliente no seu negócio é um diferencial competitivo muito grande.

Certamente, você não dará conta de tudo sozinho, por isso é interessante criar um time de suporte de vendas, que fará todo o acompanhamento e gestão dessa área.

Lembre-se que quanto mais vendas, maior o seu resultado.

Leia também: Infoprodutos: como registrar e proteger judicialmente

12 – Ter uma assessoria jurídica especializada 

Por fim, mas com certeza não menos importante, ter uma assessoria jurídica especializada vai fazer muita diferença na sua vida como infoprodutor. 

Desde o início do seu trabalho na área você já vai aproveitar dos benefícios de ter uma, como, por exemplo, para:

  • Abrir a sua empresa;
  • Contratar o seu time;
  • Formalizar os registros do seu produto;
  • Elaborar contratos com parceiros.

A assessoria jurídica é um dos melhores investimentos para os infoprodutores, pois garante a segurança jurídica de todo o negócio. 

Assim, se é isso que você está procurando, entre em contato com a gente.

Somos referência nessa área e com certeza vamos ajudar você a ser um infoprodutor de sucesso. 

Bergesch Advogados

Leia também:

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato e fale com um de nossos especialistas!

Artigo elaborado por Raul Bergesch Advogados – OAB/RS 7.723 | Advogados especialistas em direito empresarial e societário.

Fale conosco!

Ficou com alguma dúvida? Através do botão flutuante, entre em contato e fale com um de nossos especialistas!

Referência em Direito Societário e Empresarial.

Preencha o formulário abaixo e entraremos em contato.

Informações de contato
Informações do patrimônio